Pierogi

Quando me convidaram para escrever semanalmente para o jornal, não pensei duas vezes antes de escolher o primeiro tema: pierogi. Esse sempre foi um dos meus pratos prediletos. É uma receita de família, fez parte da minha infância e faz parte até hoje.

O texto para o jornal é curtinho e por isso, vou escrever um pouco mais para vocês.

Além da receita e foto do prato, eles me pediram uma foto pessoal com uma breve definição do que faço e meu contato. A foto que mandei, foi uma amiga quem tirou. Ela me pegou desprevenida no parque e no final das contas, fiquei feliz porque se não fosse ela, acho que eu não teria uma foto minha sozinha (nunca gostei de fotos pessoais). É por isso que já vou aproveitar para agradecer: Camila, obrigada! Para quem não conhece, Camila é criadora do perfil @feitocom.amor e faz um trabalho encantador. Além de cozinhar muito bem, ela tem o dom da fotografia. Vale a pena conferir.

Foto pessoal

Voltando a falar sobre mim, agora que vocês já sabem quem sou eu, vamos contar o que eu faço. Sou oceanógrafa de formação e hoje em dia faço Doutorado em Geofísica pela Universidade de São Paulo. Muitas vezes eu conto isso para as pessoas e logo me perguntam “Mas por que você não fez/faz gastronomia?” a resposta é simples: porque gastronomia é meu escape, algo que me faz fugir de tudo, inclusive das preoucpações do trabalho. Eu não quero viver disso, quero me divertir com isso. A geofísica é minha paixão profissional e a cozinha, minha paixão nas horas vagas….

Quando eu criei meu perfil, por causa de um desafio da Editora Panelinha, eu não quis usar meu nome e resolvi criar um alterego. Gória  Huk é quem eu quero ser quando fujo do meu dia a dia. Gória Huk cozinha, brinca de fotografar, come e se diverte. Renata (vocês vão ler meu nome completo logo abaixo) estuda o dia todo, pesquisa, se descabela, é séria e não tem tempo para outras coisas. Eu sou eu, eu sou meu alterego…tudo depende do momento.  Na hora de escolher qual nome eu usaria, claro que precisava ser algo de valor. O que significa? vocês já vão saber…

Muitas pessoas já sabem dessa história e continuam me chamando de Gória. Se você é uma delas, continue. Tem carinho demais em tudo isso e ouvir esses dois nomes me faz bem 🙂

Espero que tenham gostado. Fazia um tempo que queria dividir com vocês um pouco mais sobre mim e achei  o momento oportuno ❤

Segue a coluna que mandei para o jornal Giro ABC:

Pierogi

Meu nome é Renata Constantino Barrella, mas quando o assunto é comida, eu me chamo Gória Huk. Muitos me perguntam de onde surgiu esse nome e a resposta é simples: ele nada mais é que a junção dos sobrenomes das minhas avós. Essa foi a maneira que encontrei para homenageá-las enquanto estou cozinhando. Gória é Italiano, da minha avó materna Lourdes e Huk Polonês, da minha avó paterna Nélia. Para estréia da minha coluna, escolhi um prato de família: pierogi.

O pierogi (plural de pieróg) é uma massa polonesa, recheada com queijo e batata e coberta com toucinho frito. Existem outras versões, mas foi sempre assim que comemos em casa.

Receita (55 unidades)

IMG_3348

Ingredientes
Massa

– 4 xícaras de farinha

-1 pitada de sal

-1 xícara de leite

-1 colher de copa de margarina

-2 ovos

Recheio

-5 batatas médias, do tipo inglesa, cozidas e amassadas

-600 gramas de queijo meia cura ralado

-sal a gosto

Cobertura

-400 g de toucinho picado bem fininho, frito

Preparo

Massa

1) Coloque 2 xícaras de farinha e o sal em uma vasilha ;

2) No centro, coloque os dois ovos e misture;

3) Adicione a margarina e o leite morno à massa

4) Vá adicionando o restante da farinha. O ponto da massa é até que desgrude de suas mãos. Se for necessário, incorpore mais farinha

Recheio

1) Espere o as batatas amassadas esfriarem e misture o queijo. Ajuste o sal

Cobertura

Em uma panela de fundo grosso, coloque os toucinhos e frite até dourar. Reserve.

Montagem

1) Em uma superfície lisa, pouco enfarinhada, abra a massa com 3mm de espessura

2) Com um cortador redondo (ou copo) com 9 cm de diâmetro, corte a massa e reserve

3) Recheie cada porção da massa com uma colher de sopa do recheio

4) Feche em formato de pastéis

5) Leve para cozinhar em água fervente com um fio de óleo e uma pitada de sal. Quando os pierogi subirem à superfície, retire-os da panela com uma escumadeira, escorra e transfira para um refratário

6) Salpique o toucinho frito por cima e sirva

Por hoje é isso.

Com carinho,

Gória ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s