Nélia Huk + Pierogi

IMG_6456

Deixo abaixo para vocês a história e a receita do pierogi, do jeitinho que mandei para a revista.

Um lindo dia para todos.

Um beijo cheio de carinho,

Gória ❤

O pierogi (plural de pieróg) é uma massa polonesa, recheada com queijo e batata e coberta com toucinho frito. Existem outras versões mas foi sempre assim que comemos em casa.  A autora da receita é minha avó, Nélia Huk.  Filha de poloneses, guardou consigo essa e muitas outras receitas típicas. De toda a família, fui a única que quis aprender e hoje faço para todos. Para conseguir a receita, que não tinha medidas, pedi para minha avó passar uma tarde me ensinando passo a passo. Juntas medimos os ingredientes, fizemos anotações e depois do meu primeiro acerto e alguns ajustes, passei para meu caderno de receitas.

Tenho ótimas lembranças que envolvem essa receita. Ela sempre esteve presente nos almoços de domingo e nas datas comemorativas. Minhas memórias vão além disso. Os pierogi eram sempre preparados na manhã do dia que seriam servidos e minha avó sempre me chamava para ajudá-la. Nós costumávamos abrir a massa, uma a uma e ela me dava sempre a mesma recomendação: “cuidado minha neta, na hora de abrir a massa, não pode colocar muita farinha na bancada porque quando for rechear e fechar, a farinha vai atrapalhar e os pierogi podem abrir na panela”.  Ela abria a massa muito mais rápido e com muito mais prática que eu, mas o que importava no final das contas, era estarmos juntas. Tenho certeza que foram esses momentos que me despertaram interesse, tanto na cozinha, quanto para aprender essa receita.

Hoje, quando faço pierogi, eu abro toda a massa e uso um cortador (como coloquei na receita). O que me impressiona é que mesmo assim, não chego a perfeição da minha avó que mesmo abrindo um por um, ela conseguia que todos ficassem perfeitamente iguais.

Depois de recheados e cozidos  (e depois de eu ter ganhado meu prêmio pela ajuda, alguns pierogi direto da panela), minha avó servia todos em um único refratário, que era sempre o mesmo, uma porcelana branca com pequenos desenhos em azul. As vezes sobravam alguns círculos de massa que eram cozidos e servidos com os pierogi e quem comia todos era meu irmão.

Escrever esse texto me trouxe à memória muitas lembranças. Foi como se um filme passasse pela minha mente. Só pela emoção, já está valendo participar dessa promoção

******************************************************************************************************

Receita de Pierogi – 55 unidades

Tempo de preparo: 1 hora mais o tempo de cozimento das batatas

INGREDIENTES
Massa

– 4 xícaras de farinha

-1 pitada de sal

-1 xícara de leite

-1 colher de copa de margarina

-2 ovos

Recheio

-5 batatas médias, do tipo inglesa, cozidas e amassadas

-600 gramas de queijo meia cura ralado grosso

-sal a gosto

Cobertura

-400 g de toucinho picado bem fininho, frito

MODO DE PREPARO

Massa

1) Coloque 2 xícaras de farinha e o sal em uma vasilha ;

2) No centro, coloque os dois ovos e misture;

3) Adicione a margarina e o leite morno à massa

4) Vá adicionando o restante da farinha. O ponto da massa é até que desgrude de suas mãos. Se for necessário, incorpore mais farinha

Recheio

1) Espere o as batatas amassadas esfriarem e misture o queijo. Ajuste o sal (como o queijo meia cura já costuma ser salgado, muitas vezes não é necessário adicionar sal)

Cobertura

Em uma panela de fundo grosso, coloque os toucinhos e frite até dourar. Não precisa adicionar gordura, o próprio toucinho já tem o suficiente para fritá-los. Reserve.

MONTAGEM

1) Em uma superfície lisa, pouco enfarinhada, abra a massa com 3mm de espessura

2) Com um cortador redondo (ou copo) com 9 cm de diâmetro, corte a massa e reserve

3) Recheie cada porção da massa com uma colher de sopa do recheio

4) Feche em formato de pastéis. Quanto meno excesso de massa nas bordas, melhor (prefira usar apenas as mãos nessa etapa mas se sentir dificuldade, use um cortador de massa)

5) Leve para cozinhar em água fervente com um fio de óleo e uma pitada de sal. Quando os pierogi subirem à superfície, retire-os da panela com uma escumadeira, escorra e transfira para um refratário

6) Salpique o toucinho frito por cima e sirva a seguir

Obs: Você pode fazer meia receita. Funciona perfeitamente

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s